Aromaterapia: o que é e como incluí-la na sua vida

Luiza Tassi Marques Por Luiza Tassi Marques

25 de abril de 2022

5 min de leitura
Aromaterapia: o que é e como incluí-la na sua vida
Luiza Tassi Marques Por Luiza Tassi Marques
5 min de leitura
Aromaterapia: o que é e como incluí-la na sua vida
Viver bem

25 de abril de 2022

Aromaterapia: o que é e como incluí-la na sua vida

Com o aumento da busca por bem-estar e por terapias alternativas, a aromaterapia fica cada vez mais popular entre os mais diversos públicos. Essa prática envolve o uso de óleos essenciais para propósitos específicos, como aromas para dormir melhor e até mesmo para ter mais concentração no dia a dia. 

Você já conhece a aromaterapia? Seja você alguém que deseja se aprofundar no assunto ou descobrir novas maneiras de utilizar essa terapia holística, o nosso conteúdo a seguir vai te guiar. Vamos explicar mais sobre o que é essa técnica de bem-estar e quais seus benefícios e principais usos. Continue a leitura para descobrir!

Entenda mais sobre o que é aromaterapia

A aromaterapia é uma técnica que faz o uso de aromas naturais com óleos essenciais para estimular o conforto. Como a resposta do organismo costuma ser rápida, ela se popularizou devido à eficácia e à praticidade de utilização. 

Além disso, ela pode ser praticada como um complemento aos medicamentos convencionais e outros tratamentos médicos. Afinal, se trata de uma terapia alternativa, feita com um profissional conhecido como aromaterapeuta. É importante lembrar que ela não substitui as consultas médicas como um todo, especialmente para doenças mais graves.

Entre as principais aplicações dessa prática está a aromaterapia para ansiedade, para dormir melhor, para ter foco e concentração, para melhorar o humor, para se acalmar, entre outras. Tudo isso depende das propriedades terapêuticas do óleo essencial que será utilizado. 

Descubra quais são os benefícios dessa terapia 

Muitas pessoas se perguntam o porquê de incluir a aromaterapia em suas rotinas de autocuidado. Caso você tenha essa dúvida, saiba que os benefícios dessa prática são os mais diversos. Já mencionamos a facilidade e a praticidade no uso e a rápida absorção pelo organismo e, além disso, a grande variedade de aromas que a terapia apresenta é um ponto positivo.

Outro benefício é o fato da aromaterapia ser reconhecida por fazer o bem tanto para a mente quanto para o físico, o que já foi comprovado por estudos e pesquisas. Assim, utilizar a aromaterapia como método de autocuidado pode ser interessante e proporcionar vantagens para a sua vida. 

Óleos essenciais: para o que serve cada um

Como já comentamos, existe um grande volume de opções de aromas naturais e óleos essenciais, extraídos de plantas e outros compostos vegetais com propriedades terapêuticas. Por isso, cada um possui uma aplicação específica para diferentes necessidades. Veja as principais alternativas e os objetivos:

  • alecrim: ajuda a ter mais disposição, diminui o cansaço mental, aumenta a concentração e o foco e melhora o humor;
  • lavanda: é um dos principais óleos essenciais para dormir. Evita a insônia, acalma e diminui o estresse e a dor de cabeça;
  • gerânio: alivia os sintomas da TPM e da menopausa; 
  • melaleuca: ajuda a melhorar a imunidade, sendo indicado para a cicatrização de marcas na pele e a diminuição de acne;
  • bergamota: é um dos óleos essenciais para ansiedade e para depressão. Auxilia no relaxamento, diminui o estresse e melhora a má digestão;
  • limão: estimula a concentração, melhora o ânimo, fortalece o sistema imunológico e ajuda a melhorar gripes;
  • camomila: é uma boa opção para dormir profundamente na cama, pois diminui a sensação de estresse e a tensão muscular;
  • eucalipto: ajuda no congestionamento nasal, na dor de cabeça e na tensão muscular;
  • jasmim: é recomendado para levantar o humor, diminuir o estresse e melhorar problemas respiratórios.

Desta lista, a aromaterapia com lavanda, com alecrim e com eucalipto são as mais comuns. Como você pôde observar, diferentes óleos essenciais podem servir para um mesmo objetivo. Por isso, fica a seu critério qual é o melhor para usar na sua rotina. 

Como fazer aromaterapia na sua casa

Há mais de uma maneira de praticar a aromaterapia no seu lar e conseguir os benefícios dos aromas naturais. O mais indicado é a aromaterapia com difusores, itens que servem para diluir esses óleos essenciais. Isso porque a maioria deles costumam estar muito concentrados e não podem ser colocados diretamente na pele. 

Entre esses acessórios, estão os difusores para óleos essenciais e os umidificadores. O seu funcionamento é bem simples: basta colocar a quantidade de água indicada no recipiente, acrescentar algumas gotas de óleo e ligar o aparelho. O vapor produzido irá dispersar o aroma pelo ambiente.

Existem modelos que combinam com a decoração, como difusores feitos em materiais que simulam os aspectos da madeira ou que possuem um formato mais escultural. Assim, eles ficam camuflados na aparência do cômodo, podem ser ligados sempre que for preciso e mantêm a eficácia dessa terapia alternativa.

Gostou de saber mais sobre a aromaterapia? Complemente o bem-estar dessa prática com roupas de cama, toalhas de banho, pijamas e muito mais, que vão te promover ainda mais conforto. Encontre tudo o que você precisa para ter uma vida de qualidade na Santista

Gostou do post? Curta e compartilhe

Luiza Tassi Marques

Luiza Tassi Marques

Escrita e livros são minhas paixões. Formada em Jornalismo, encontrei na comunicação a melhor maneira de conhecer novas histórias e contá-las para o mundo. Afinal, para mim sempre devemos compartilhar conhecimentos e ideias com quem está ao nosso redor.

COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Receba o conteúdo e promoções da SANTISTA sem sair de casa!