Como conservar legumes, verduras e frutas?

Carolina Pires Por Carolina Pires

13 de maio de 2021

6 min de leitura
Como conservar legumes, verduras e frutas?
Carolina Pires Por Carolina Pires
6 min de leitura
Como conservar legumes, verduras e frutas?
Papo de cozinha

13 de maio de 2021

Como conservar legumes, verduras e frutas?

Ter uma variedade de verduras e frutas à mesa é super importante para manter a família sempre forte e saudável. Mas nem sempre esses alimentos conseguem ser aproveitados totalmente por conta da sua curta validade. Então, como evitar esse desperdício? Para responder a essa pergunta, separamos algumas dicas de como conservar legumes e outros vegetais por mais tempo.

Essas práticas vão ajudar a manter as vitaminas e nutrientes de cada um deles. Além disso, irão evitar o desperdício desses alimentos. Confira nossas dicas para colocar em prática na sua cozinha!

Fique de olho na variedade dos legumes! 

Os legumes abrangem vários tipos de frutos, como o chuchu e o tomate; raízes, como a cenoura e a beterraba; leguminosas, como o feijão e o arroz, entre outras variedades deliciosas que fazem parte dos nossos pratos do dia a dia. 

Lembre-se dessa variedade quando bater a dúvida de como conservar legumes corretamente. Afinal, cada um tem uma propriedade diferente e, consequentemente, uma forma individual de ser guardado. 

Outra incógnita comum é como guardar legumes na geladeira. Ao contrário do que muitos pensam, nem sempre armazená-los na geladeira é a melhor opção. Confira os tipos de legumes e a melhor forma de conservá-los:

  • Raízes: em vez de colocar em uma sacola plástica, experimente colocar a cenoura, a mandioca e a beterraba imersas em vasilhas separadas de água, dentro da geladeira.  Elas durarão até 15 dias sem perder suas propriedades; 
  • Grãos: guarde feijão, grão-de-bico, entre outros, na sua despensa ou estantes da cozinha em potes hermenêuticos muito bem fechados. Dica extra: cole etiquetas com as validades em cada um deles;
  • Frutos: o tomate, o pepino, a berinjela e a abóbora inteiros podem ser conservados em temperatura ambiente. Em contrapartida, se estiverem cortados, eles devem ficar em uma vasilha bem fechada, com um papel toalha embaixo, dentro da geladeira. O consumo ideal é de até 2 dias.

Aposte no processo de branqueamento para conservar legumes por mais tempo

Aprenda também como conservar legumes no freezer para diminuir as idas ao supermercado ou à feira. Você pode comprar uma quantidade maior de cada um e realizar o processo de branqueamento antes de congelá-los. Além de matar as bactérias, esse procedimento mantém as propriedades nutricionais dos alimentos. Confira o passo a passo:

  1. Primeiramente, corte seus legumes em pedacinhos pequenos e iguais;
  2. Insira-os em uma panela com água fervendo por mais ou menos um minuto;
  3. Coloque-os no escorredor e, logo em seguida, jogue-os em uma vasilha com água gelada. Essa brincadeira de choque térmico irá evitar que os legumes percam a crocância;
  4. Por fim, após esfriar, insira os pedacinhos em sacos no congelador.

Verduras sempre limpas na geladeira

como conservar verduras

As verduras também têm sua grande importância nas nossas refeições de todos os dias. São as plantas comestíveis que deixam a salada mais rica e deliciosa, como a alface, o agrião e a rúcula, entre outras opções de vegetais.

Por serem mais sensíveis e fáceis de estragar, separamos algumas informações para você também aprender direitinho como conservar as verduras na geladeira. Vamos lá? 

  1. Primeiramente, faça uma boa higienização! Lave-as e depois deixe-as imersas por mais ou menos 15 minutos em uma mistura com água filtrada e uma colher de hipoclorito de sódio; 
  2.  Enxágue bem e deixe secar em cima de papéis toalhas;
  3. Depois de sequinhas, coloque-as em potes de vidro ou de plástico com folhas de papéis toalhas entre elas. O papel irá ajudar a absorver a umidade e a conservá-las por mais tempo. Outra opção é colocar em sacolas herméticas bem fechadas,
  4. O jeito certo de como guardar verduras na geladeira também precisa ser considerado. Afinal, são itens frágeis e perecíveis. Opte por colocar nas gavetas inferiores do eletrodoméstico, onde é menos frio.

Frutas coloridas e fresquinhas

Além de serem lanchinhos bem-vindos a qualquer hora do dia, as frutas também são protagonistas de muitas sobremesas e drinks deliciosos. E a variedade de gostos, cores e benefícios para saúde e para a pele são muitos, não é?

São alimentos que vencem rápido se não ficarmos de olho ou guardarmos da maneira correta. Agora que você já aprendeu como armazenar verduras e legumes na geladeira, vamos fazer o mesmo com as frutas!

Assim como nas dicas de como conservar legumes, não são todas as frutas que precisam ir diretamente para a geladeira depois da higienização pós-mercado.  Alguns exemplos são a banana, o melão, melancia, abacate e maracujá, laranja e maçã. Refrigere-as caso queira consumi-las com aquele toque geladinho. Entretanto, isso não é obrigatório para serem conservadas por mais tempo.

Já as frutas que precisam ser guardadas na geladeira são: ameixas, uvas, pêssego, morango e abacaxi, entre outras, e sempre na parte menos refrigerada, que é nas gavetas inferiores. Se a melancia, limão, maçã e melão forem cortados, também precisam ir para a geladeira em potes bem fechados. Para durarem mais, conte com a acidez do limão respingado sobre elas.  

Você pode congelar frutas picadas no freezer também, mas muitas vezes não compensa! As mais macias, como o mamão e a banana, podem perder um pouco do sabor e da textura. Frutas vermelhas como morango, cereja, amora ou outras opções cítricas se acomodam melhor às baixas temperaturas.  

Cuidado com o etileno!

As frutas devem ser guardadas separadamente por conta do etileno, um gás que elas emitem e que é responsável por impulsionar seu amadurecimento. Umas soltam mais e outras menos. Ele é inofensivo, mas como cada fruta tem seu tempo certo de maturação, elas não devem ficar juntas. 

Guarde em sequinhos separados as que forem para a geladeira. Entretanto, as que estiverem em temperatura ambiente precisam ser dispostas em fruteiras com divisória e dispensam potes ou sacos.

Agora que você já aprendeu como conservar legumes, verduras e frutas, que tal colocar o mercado em dia e fazer receitas deliciosas? Promova mais saúde para você e para toda a sua família — e conte sempre com a família Santista para mais dicas e produtos incríveis para sua cozinha!

Gostou do post? Curta e compartilhe

Carolina Pires

Carolina Pires

Sou um moleskine ambulante que captura ideias através de tudo que observo. Uma colecionadora de crônicas, registros fotográficos e suspiros pessoais. Formada em Design de Moda e pós-graduada em Jornalismo, acredito no poder que a comunicação verbal e não verbal têm sobre a nossa forma de expressar, contar histórias, criar vínculos e transformações sociais.

COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba o conteúdo e promoções da SANTISTA sem sair de casa!